Minha arte

   
Um por do sol                             


 Esta semana enquanto aguardamos a resposta do Senhor sobre as publicações vou apresentar para vocês um pouco da minha arte.

                                 A quarentena nos obrigou a buscar atividades para passar vários dias, que depois se transformaram em meses, dentro de casa e para combater a ociosidade, para não passar horas na internet, porque também era cansativo e buscando relaxar um pouco mais, me decidi por voltar a um hobby que considero muito prazeroso.

                                 E claro que não foi só isso, li muito, escrevi muito, terminei dois livros que vinham se arrastando, comprei um teclado, aqueles bem portáteis que não ocupam muito espaço e me muni de material de pintura, foi uma saída até a casa do artesão e lá estava eu com meia duzia de telas para começar o treinamento, a última vez que peguei nestes materiais foi quando me aposentei e senti que seria um tédio não ter nada para fazer, então me habilitei a um curso de óleo sobre tela, desta vez, por morar em um hotel fui mais prudente e resolvi experimentar a pintura acrílica sobre tela, mas não resisti ao óleo também.
 
                                 As primeiras semanas me mantive nas tintas acrílicas, mas por alguma razão decidi também pelo óleo.

Foram dias fantásticos, muito bom, gosto muito de artesanato e quadros mexe com a minha  criatividade de tal maneira que não consigo assistir aulas sem pinceis na mão e também fico sem ação se tiver que copiar a lição dos professores, assim o que verão e o meu veio artístico sendo expresso com tintas sobre tecido.
 
                                 Também pintei sobre papelão, sobre madeira e isopor, tudo muito improvisado, demorei para encontrar uma loja para comprar tintas, as primeiras telas foram pintadas com acrilex para teto e algumas  outras pinturas foram feitas com aquarela que consegui comprar numa papelaria minuscula mas isso para não me aventurar muito nas ruas, sempre que me sentia bem e segura, fui a casa do artesão, de táxi, um pé lá outro cá e acabei comprando os cavaletes e hoje tenho telas e tintas suficientes para me manter em casa e em segurança. Assim concluí muitas telas, hoje em torno de 30, agora vou buscar um lugar para expor.

                                 Já tenho uma pupila que está aprendendo comigo, mesmo pela internet. Quem gosta curte fazer.

Maria do Rocio 

Botão de pagamento

 

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Busca no site

ROCIO

Escolha o idioma

Visitantes online

Temos 12 visitantes e Nenhum membro online

Estatísticas

Ver quantos acessos teve os artigos
6015

© 2020 VOCE É O MELHOR DE DEUS

Implantado por Emerson Sites e Sistemas