PROFECIA PARA O PRESIDENTE FASE 2

Profecia para o Presidente parte 2

21:28:282020-08-169:28:33 PM 08/16/2020

                              Continuarei relatando aqui o que Deus propôs a Jair Bolsonaro.

                              Fui muitas outras vezes a Câmara dos deputados, mas as dificuldades eram as mesmas, ou ele não estava, ou já viajara para outras cidades, ou viria a tarde e encontraria com grupos no corredor, eu muitas vezes me senti uma estúpida com um livro na mão tentando encontra-lo, mas os assessores riam apenas e não me davam a menor esperança de que naquele dia eu falaria com ele.
                             Jair Bolsonaro era o possível candidato e agora a corrida aquele gabinete ficou frustrante.

                            Decidi deixar o livro, mas ainda precisaria falar com ele, desenhei a mesa em um papel, coloquei para ele as 12 fontes e setenta palmeiras, mas o plano ainda não podia ser entendido desta forma.

                             Em uma destas idas, já bastante cansada, me aproximei dele no corredor e disse -quero lhe falar,  ele me olhou, disse sim, mas terá que esperar, estava com um grupo de jovens de outro Estado e eu ali era só uma senhora de sessenta anos, não interessava a ele naquele momento me ouvir.

                             Ele terminou a conversa com aquele grupo e eu novamente tentei me aproximar, era um empurra, empurra que dava vontade de desistir e foi nesse momento que ele me fez sair e ir embora, virou pra mim e disse – se a Senhora não pode esperar, nem venha até aqui.

                              Por aquele dia eu pedi perdão a Deus, desisti, mas tive que pedir perdão por tê-lo feito. O cansaço era intenso.

                              O Congresso Nacional funciona de terça a quinta, portanto só tinha esses dias para tentar encontrá-lo.

                               Veio o resto da semana na inutilidade em relação ao propósito, aproveitava estes dias para conhecer mais de Brasília porque imaginava que ao acabar o propósito iria voltar a Curitiba, já sei que não, mas esta e a minha história , não a do Jair.

                                Semana seguinte decidi novamente tentar, mas nem cheguei ao corredor e me disseram que ele não viria para Brasília esta semana.

                                Sai do Congresso meio chateada, mas fui novamente tentar falar com o General, ou melhor tentar marcar um horário para falar com ele, também sem sucesso, povo difícil.

                                 Na outra semana já esquecida e recuperada das humilhações que era exposta voltei ao gabinete do Jair, encontrei com o filho Eduardo no corredor e ele me disse hoje a senhora consegue falar com ele, vamos lá, fui, entrei na assessoria do gabinete, o assessor disse ele vai recebe-la, sente-se e espere, estas pessoas também estão esperando.

                                  Um bom tempo depois houve um movimento grande no correndo e todos correram para lá, eu seria recebida, esperei, não quis me envolver em um tumulto, Jair havia saído pela porta do gabinete do filho que era ao lado do dele, as pessoas que estavam na assessoria junto comigo também correram para fora, então ouvi o soar de um shofar e fui ver, lá estava o pastor, ungindo o Jair, chegou até a manchar a camisa dele com óleo, só misansene, se houvesse um movimento espiritual realmente ali eu teria sentido, mas mulheres choraram, se jogaram ao chão, tudo era filmado, enfim aquele era o propósito de ele estar ali, voltei para a sala e o assessor disse ele não vai voltar pra cá, já esta a caminho do aeroporto.

                                   O pastor roubara dele a oportunidade de saber qual era a profecia, mas ele entendeu que aquilo e que ele deveria receber, ou seja o pastor roubou a sena, queria aparecer e conseguiu, esse não era o meu intento, não precisava aparecer, por isso desisti, ou melhor desistiram comigo mais uma vez.

                                   A campanha se intensificou e eu já nem procurava mais, estava tão cansada como estou ainda, mas o Senhor me mandou caminhar e terminar aquilo que vim fazer.

                                    Só voltei ao gabinete uma semana antes da facada ´para avisá-los que havia algo pelo que eles tinham que se precaver, mas quem queria saber alguma coisa? Fui embora, simplesmente deixei para trás e iria aguardar o dia certo na direção de Deus.

                                     Eles chegaram lá, era o Presidente e parecia que tudo transcorria normalmente, vi os militares se colocando ao lado dele, vi oito livros no governo dele, só o que podia pensar é que o outro homem da mesa ali estava para orientar exatamente o que Deus determinará, me acalmei e aguardei, as ações pareciam dar direção ao País, faltavam quatro peças ali, mas duas estavam bem próximas dele, só que ouvi algo que me fez pensar o que estavam montando, oito livros no governo, caminhavam juntos, um estava se mostrando ter mudado conceitos e teria se aliado a eles, mas – vou buscar os meus, foi o que ouvi, ai entendi que a mesa realmente estava sendo descartada e o propósito de Deus com ela.

                                      Uma tristeza tomou conta do meu coração e não via mais aquilo pelo que viera lutar, dia após dia as mudanças iam acontecendo.

                                      O Presidente da República criando novo partido depois de muitas discussões e desordens, despropósitos, parecia que não se entendiam nem entre os livros, divergência estavam se acumulando e muitas vezes eu aqui fora tinha as respostas, mas eles não quiseram ouvir a profecia.

                                      Tomavam decisões erradas em questões que Deus me mostrava a simplicidade para se resolver, e agora, havia nesta ocasião dois livros no Judiciário, três livros no Senado e três livros na Câmara, entre fontes e palmeiras, mas discutiam com o STF, com o Senado, com a Câmara sem conseguir solução para nada.

                                       A profecia dizia que em conjunto Presidente e as demais fontes deveriam primeiro discutir e só então tomar as decisões.

                                       Muitas discussões, um dos filhos que também estava na profecia não correspondeu ao que Deus tinha para ele e acabou também criando traumas em um governo já desgovernado.

                                      Jair deveria ter o controle da situação, afinal como deputado era um negociador, mas do lado do governo imperou o ego e decisões fáceis foram por ele desconsideradas e as rixas continuaram.

                                      Tudo o que eu vi como positivo e dentro do propósito se desfez, com o passar dos dias o desmoronamento começou e o que para muitos esta parecendo normal ou progresso, também irá ao chão, o País ainda está vivendo em crises, brigas, contrassensos e modificar tudo isso requer uma atitude muito drástica, e a minha visão como profeta e como intervencionista, mesmo que alguns ache que isso é errado.

                                       Continuarei contando em partes esta profecia, mas hoje preciso até tomar cuidado, as coisas não estão no mesmo lugar e até ameaças já recebi.


Maria do Rocio
A profeta chorona- queria saber também até quando devo usar isto?
Deus esta resposta tem que ser dai.

                                              

 

Botão de pagamento

 

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Busca no site

ROCIO

Escolha o idioma

Visitantes online

Temos 18 visitantes e Nenhum membro online

Estatísticas

Ver quantos acessos teve os artigos
6020

© 2020 VOCE É O MELHOR DE DEUS

Implantado por Emerson Sites e Sistemas